Aniversário da Cirurgia

Hoje faz exatamente um ano da cirurgia, e bom… Muitas idas e vindas de dores, inchaços, mas preciso ser bem sincera e dizer que minha recuperação foi a melhor possível.

Primeiro, cheguei a conclusão que tive uma puta sorte de ter feito cirurgia ao invés de só colocar o osso no lugar e por gesso. Ouvi inúmeras histórias de pessoas que tiveram fraturas, não fizeram cirurgia e passaram por muitas complicações ou demoraram muito a se recuperar. Segundo, eu voltei a andar muito rápido, da cirurgia até os primeiros passos sem muleta foram mais ou menos 45 dias.

Algumas coisas mudaram desde o último post sobre a saga da perna quebrada. Me perguntavam muito se meu tornozelo doía quando fazia frio e não doía, mas 6 meses depois da cirurgia (entre setembro e outubro) meu tornozelo passou a doer MUITO. Naquela época, qualquer mudança de temperatura tinha efeito sobre minha perna: No frio, doía muito a região onde ficam os pinos e a placa, no calor meu pé inchava horrores. Inchaço era uma coisa muito frequente logo que voltei a trabalhar, meu pé inchava MUITO e todos os dias. Eu chegava em casa do trabalho, e tinha que colocar ele dentro de um balde de água gelada e com bastante gelo. Mesmo que o frio fizesse meu pé doer, essa era a única maneira de diminuir um pouco a dor.

Depois de um tempo, eu parei de sentir dores e meu tornozelo voltou praticamente ao normal. Conseguia subir e descer escadas normalmente (logo quando eu voltei a andar tinha bastante dificuldade em descer escadas, e sempre evitava lugares que tivessem), parei de mancar e já não tinha inchaços. A fisioterapeuta disse que é normal inchar por pelo menos um ano. Procurei o meu ortopedista e ele me recomendou uma pomada pra aplicar na região e disse para usar uma tornozeleira. Quando sinto incômodos, chego em casa da academia, tomo um banho, passo a pomada e fico com a tornozeleira até a hora de dormir, mas dificilmente tenho precisado fazer isso.

Falando nisso, exercício físico é um bom tópico pra ser abordado! Na minha penúltima consulta com meu médico em Junho, perguntei quais exercícios eu podia fazer, ele disse que o ideal seria fazer apenas exercícios sem impacto no tornozelo, como bicicleta e natação. Musculação? Nem pensar. Apesar de ter lido em muitos lugares que musculação LEVE focando nos treinos de fortalecimento era essencial pra recuperação, decidi acatar a recomendação dele.

Desde Agosto, tenho feito natação e agora, 1 ano depois da cirurgia, tenho começado com os exercícios de musculação. Tentei correr, mas não deu muito certo… Quer dizer, até deu, mas dói bastante depois, então preferi evitar e fazer outros tipos de exercício.

Também me perguntaram sobre salto alto, e na verdade nunca fui de usar salto, mas das poucas vezes que usei depois da cirurgia foi BEM incomodo, não sei se é pela minha falta de habilidade ou se a cirurgia tem culpa nisso, mas o tornozelo dói bastante.

Resumindo: Hoje em dia faço tudo normalmente, mas ainda tenho muito medo de andar em calçadas e ainda tropeço bastante  ¯\_(ツ)_/¯ AHAHAHA

Se tiver alguma dúvida ou alguma pergunta pra fazer, mande nos comentários que ficarei feliz em responder!
Beijos, até mais (:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s